Após o fraco relatório do NFP nos Estados Unidos na última sexta-feira, o mercado se move para o evento-chave da semana que se inicia – a decisão do Banco Central Europeu (BCE). O banco central já se pré-comprometeu a agir em dezembro, e a maior parte do impacto pode já estar precificada no mercado. No entanto, ainda pode surpreender o mercado, especialmente se considerarmos o euro forte em geral.

Euro forte continua sendo uma dor de cabeça para o BCE

A taxa de câmbio EURUSD atingiu 1,2175 antes do relatório do NFP na sexta-feira passada. Quando atingiu 1,20 no verão, o BCE interveio verbalmente, sugerindo que o nível da taxa de câmbio está muito alto. A partir desse momento, o EURUSD consolidou-se abaixo de 1,20, mas o nível acabou por ceder.

Neste ponto, o Euro sobe no painel FX. Não apenas a taxa EURUSD é mais alta, mas também o EURJPY ou EURGBP. Isso torna a decisão do BCE desta semana ainda mais interessante, como se fosse para surpreender os mercados, ele pode fazê-lo entregando uma declaração ultra-dovish.

O que fará o BCE?

O BCE já deu a entender que não baixaria a taxa de juro da facilidade permanente de depósito para o território negativo. Ele também prometeu aliviar mais as condições financeiras, já que a maioria das economias europeias está em algum tipo de bloqueio.

Embora as decisões já possam ser precificadas, o BCE ainda pode surpreender os mercados. Uma maneira de fazer isso é estender a duração do suporte de políticas muito mais no futuro do que o mercado espera.

O BCE também pode estender o Programa de Compra de Emergência Pandêmica (PEPP) até junho de 2022. Embora a extensão seja esperada pelos participantes do mercado, o foco estará no tamanho real do pacote – quanto maior o número, mais forte será o impacto no Euro.

Finalmente, o BCE provavelmente usará esta conferência de imprensa para expressar suas preocupações sobre a alta taxa de câmbio. Se o banco central conseguir surpreender os mercados, o EURUSD deve cair para 1,20 e abaixo. Por outro lado, qualquer declaração interpretada como menos dovish deve desencadear uma nova recuperação no EURUSD, especialmente considerando que na próxima semana o Fed nos Estados Unidos deverá aliviar a política também.

Em suma, espere muita volatilidade nos pares de euros nesta semana, considerando o BCE e as negociações do Brexit em andamento. Por fim, os fluxos de final de ano devem impactar também a taxa de câmbio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui